Postagens

Mostrando postagens de Julho, 2021

LAZARILHO DE TORMES - O EPISÓDIO DO CEGO - Anônimo do século XVI

Imagem
  LAZARILHO DE TORMES O EPISÓDIO DO CEGO Anônimo do séc. XVI Tradução de Paulo Soriano   Pois saiba Vossa Mercê, antes de tudo, que a mim me chamam Lázaro de Tormes, filho de Tomé González y de Antona Pérez, naturais de Tejares, aldeia de Salamanca. Deu-se o meu nascimento dentro do rio Tormes, razão por que tomei este sobrenome, e aconteceu assim: meu pai, que Deus o perdoe, era incumbido de alimentar a mó de um moinho, no qual foi moleiro por mais de quinze anos, situado à margem daquele rio. E estando a minha mãe grávida de mim, certa noite, no moinho, entrou em trabalho de parto e ali mesmo deu à luz; de maneira que, em verdade, posso me dizer nascido no rio.     Quando eu era um garoto de oito anos, acusaram o meu pai de certas sangrias malfeitas nos sacos que as pessoas traziam para moer. Por isso, foi preso e confessou, não negou e sofreu a perseguição da Justiça. Espero em Deus que esteja ele na Glória, pois o Evangelho nos chama de bem-aventurados. Neste tempo,