Mostrando postagens de 2020Mostrar tudo
LANÇAMENTO - HISTÓRIAS NEFASTAS - Paulo Soriano
Pin it

HISTÓRIAS NEFASTAS (Contos) Paulo Soriano Baixe  aqui  a amostra grátis    Após anos militando no site  Contos de Terror , Paulo Soriano montou o seu primeiro livro de contos, em que, da parte alta de Salvador, Bahia, ele mirava o outro lado do Atlântico em busca das raízes europeias do horror. O q…

Leia mais
CIÚME - Conto - Pierre Veber
Pin it

CIÚME Pierre Veber (1869 – 1942) Tradução de Humberto de Campos (1886 – 1934)    Certo, a lógica dos homens é o que há de mais penoso e inconsequente. Quando João, que amava Mme. Paula, verificou que era correspondido, pediu-lhe a mão, e casou-se. E foi-lhe logo, dizendo:  — Minha q…

Leia mais
CANALHA - Conto breve - Júlio Portus Cale
Pin it

CANALHA Júlio Portus Cale   Quando formulada aquela clássica pergunta, que todos os adultos fazem e não cansam de fazer, a   mais nova das minhas irmãs respondia sem pestanejar: — Quero ser cirqueira ou caixa de supermercado. Realmente, ela adorava circos e ficava deslumbrada com as mul…

Leia mais
A MUDANÇA - Conto de Roberto Prado Barbosa Junior
Pin it

A MUDANÇA Roberto Prado Barbosa Junior   — Alô. Alô, está me ouvindo? Silêncio do outro lado da linha. — Alô! Sei que você está aí, vamos me responda, por favor, fale comigo. Por favor, preciso ouvir a sua voz... Silêncio. Ela dolorosamente percebe que ele desligou o aparelho. Torna a…

Leia mais
UM BANDIDO CORSO - Conto de Guy de Maupassant
Pin it

UM BANDIDO CORSO Guy de Maupassant (1850 – 1893) O caminho subia suavemente no início da floresta de Aitône. Os pinheiros desmedidos alargavam sobre nossas cabeças uma abóbada gemedora, emitiam uma espécie de queixa contínua e triste, enquanto, à direita e à esquerda, seus troncos finos e…

Leia mais
O DIABO - Conto Clássico Humorístico - Olavo Bilac
Pin it

O  DIABO Olavo Bilac (1865 – 1918)   Tinham metido tantas caraminholas na cabeça da pobre Luisinha que a coitada, quando, às dez horas, apagava a luz, metida na cama, vendo-se no escuro, tinha tanto medo que começava a bater os dentes... Pobre Luisinha! Que medo, que medo ela tinha do diabo! Um d…

Leia mais
OLENKA - Conto de Anton Tchekhov
Pin it

OLENKA Anton Tchekhov (1860 – 1904)   Olenka, filha de Plemyanikov, assistente de colégio aposentado, estava sentada na escada dos fundos de sua casa sem fazer nada. O dia era quente, as moscas zuniam em volta dela, e era agradável pensar que a noite estava próxima. Nuvens escuras de chuva …

Leia mais